O exemplo negativo de Simone Biles

Fruto de um comentário que realizei no Instagram, parei para pensar nesse caso.

Vejo vários perfis louvando a atitude da atleta que desistiu de competir por não ter saúde mental para prosseguir na competição. Alguns resolveram até citá-la como um exemplo de liderança e eu não consigo compreender uma atitude dessa sendo algo que seja considerado um exemplo positivo. Nesse contexto, considero um exemplo negativo.

Simplesmente pelo fato dela não considerar toda a equipe que deu o suporte e horas de trabalho em prol do desempenho dela, o financiamento dos patrocinadores e o mais importante: a nação que ela representa.

Podem até considerar que ela chegou ao limite, mas sinceramente, precisava ser na competição, colocando em xeque toda a equipe?

Tanto no meio profissional, como no pessoal, sacrifícios são necessários e precisamos lidar com frustrações, sempre seguindo em frente.

Até porque, se pararmos para pensar, todos nós temos uma carga para carregar e um pessoas acreditando em nós. Colegas de trabalho, equipe, chefe, amigos e família.

Fechando o raciocínio, trazendo até o problema para mais próximo de nós, será que realmente existe uma preocupação pela saúde mental alheia, ou só vemos uma caçada por likes? Pergunto pois estamos indo para 2° ano de pandemia com uma massa de indivíduos que não tiveram a chance de desistir.

Simplesmente foram demitidos.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s